Cronograma do Programa  

O Presente

O Tempo Presente 

O primeiro período está organizado em três partes, cada uma de 1 meses de duração, com um título apontando direção para os estudos do mês: 

• 1. mês: As forças que governam o mundo 
• 2. mês: as grandes questões do nosso tempo 
• 3. mês: As riquezas e potencialidades do mundo 

1. Reunião na equipe, formando grupos de estudo e planejamento do primeiro mês. 
2. As forças que governam o mundo: Colocando-se perguntas como: Que respostas a mídia dar? Como a motivação e aspiração humana desempenham um papel? Há outros poderes em jogo? O que dizem as pessoas sobre no mundo democrático? O que faz do FMI e o Banco Mundial ? Quem decide sobre os preços de tudo no mundo econômico? Quem dirige os países do terceiro mundo? O que aconteceu com a libertação 
 dos movimentos e organizações populares? Quem possui o quê? 
3. Estudando em livros, na internet, resolução de tarefas , apresentando, discutindo em grupos e no fórum, convidando especialistas e visitantes para palestras e debates. 
4. Cavando na história para compreender o caráter e funcionamento de forças motrizes do desenvolvimento mundial. 
5. Formulação de conclusões, a colocação de novas questões e postulados, e cavando mais fundo. 
6. Indo para as investigações, a visitar as pessoas que conhecem os problemas em primeira mão. 
7. Produção de produtos para ensinar aos outros o que você aprendeu; escritos, discursos, canções, uma peça ou outra mídia, fazendo com que seja a hora do show para as pessoas em torno da escola. 
8. Construção de uma base coletiva, que regem a escola através do encontro comum e executar na escola juntos em todos os aspectos: trabalho prático, esportes, agricultura ,jardim, cozinha, limpeza, manutenção, construção de fins de semana e muito mais. 

Apresentando, debatendo e concluindo em comum no primeiro mês, e o planejamento do segundo mês. 
10. As grandes questões do nosso tempo: Decidir sobre as grandes questões de se trabalhar, por exemplo: Como podemos parar a guerra? Aquecimento Global e Mudanças Climáticas. A Terra pode alimentar apenas um bilhão de pessoas - o que acontece com o resto de nós? Porque é que os ricos do Norte e os pobres do Sul? Globalização pode ser redirecionada? Como capacitar os pobres? 
11. Decidir sobre os métodos a usar para chegar ao fundo das questões e organizar o trabalho na equipe e nos grupos. 
12. Apresentando, debatendo e concluindo em dois meses, e planejamento de três meses, utilizando as experiências dos dois primeiros meses para tirar o máximo proveito dela. 
13. As riquezas e potencialidades do mundo: O confronto com os recursos humanos, naturais e materiais e os potenciais do mundo, colocando questões para estudar e investigar: Petróleo e minerais como a causa da guerra. Como são ricos os países pobres? As causas da seca e da fome. Os produtos, resultados e conseqüências do agronegócio. Os recursos e as potencialidades dos países da África e da Ásia, o subcontinente indiano, Europa, Rússia e EUA. O potencial de terra arável não utilizadas. Por que os países não conseguem ser mais auto-suficiente com os próprios alimentos? Quem 
detém direitos de mineração? 
14. Estudar a realidade e o potencial das pessoas e nações: Expectativa de vida, a ingestão de alimentos, o nível de educação, saúde, economia - medir e comparar isso contra a riqueza natural e material dos países. 
15. Concluir e produzir um produto de filme de exposições, ou outros, combinando o conhecimento e a compreensão adquirida durante os três meses do primeiro período.

O Futuro

Osegundo período também
está organizado em três partes, cada uma de 1 meses de duração, com um título apontando a direção para os estudos do mês: 

• 1. mês: Expectativas para o futuro 
• 2. mês: Novas tecnologias para moldar o futuro 
• 3. mês: A partir daqui para o futuro 

1. Reunião com a equipe e planejamento do segundo período, e também começar com as decisões e os preparativos para o terceiro período: Luta com os pobres. 
2. Formando trios para trabalhar em conjunto no projeto na África ou das Américas. 
3. Escolher o projeto para trabalhar no período 3 na África ou as Américas - seja Ajuda às Crianças, Farmers Club, TCE, Fundraising, DNS, OWU ou iniciar um novo projeto. 
4. Comunicar regularmente com as pessoas no projeto, descobrir o que treinar e se preparar para atender bem o projeto. 
5. Expectativas para o futuro: Conhecendo teorias, programas, política,
expectativas, previsões, ficção científica, ciência real, e invenções - feita por cientistas, políticos, escritores, economistas, historiadores, filósofos, movimentos populares, grupos religiosos, ambientalistas, sindicatos e grupos de reflexão - de esquerda, direita e centro, a partir do linha lateral ou de uma posição de solo. 
6. Entrevistar as pessoas, debater, questionar, formular declarações, ponderando, raciocínio e compreensão dos motivos, da política e agendas, a colocação de conclusões, e produzindo produtos para IST. 
7. Continuar a construir a fundação coletivo, executando a escola e a equipe juntos, melhorando as condições materiais e a vida na escola de forma decisiva. 

Novas tecnologias para moldar o futuro: O confronto com a tecnologia, engenharia genética, as células estaminais, sistemas de comunicação futurista e vital, novos entendimentos em física, novos materiais, novos conceitos de produção de energia, e muito mais. 
9. Debatendo como novos conhecimentos e a tecnologia podem ser usados pelo mundo em geral, e pelos pobres, especificamente, para melhorar a vida e possibilidades. 
10. Daqui para o futuro: Usando tudo o que você aprendeu para criar a sua opinião sobre o futuro, treinando e aprendendo como sonhar, imaginar, criar idéias, pensar em estratégias e fazer planos para o futuro. 
11. Trabalhando sério com as questões do presente que se projetam para o futuro e problemas que não vçao ser  mostradosaté 20-30 anos a partir de agora, mostrando como, por exemplo, uma vida altamente moderna rural poderia ser uma forma do futuro, apontando para formas de envolver a juventude como uma força progressista da sociedade, a elaboração de novos meios de resolução de conflitos para evitar guerras, utilizando novas tecnologias e novas formas organizacionais para garantir as necessidades básicas de todos - em suma, lidando com as grandes questões do
futuro, como se você estivesse dirigindo o mundo. 
12. Produção de produtos de montagem para apresentar e envolver os outros em suas conclusões a partir do período 2. 
13. Treinamento de habilidades práticas para ser usado no período 3 a trabalhar no projeto como um trio. 
14. Estudar sobre o país que você vai viajar. 
15. Treinamento para serem aventureiros e sobreviventes, vivendo e viajando em condições muito humildes, não usando muito dinheiro e sempre encontrando uma maneira de sair pela engenhosidade, ser inteligente e trabalhando juntamente com seus companheiros. 
16. Construção de força, resistência física e coragem para ser um lutador apropriado em combate com os pobres. 

O Projecto

Trabalhando no projeto como um TRIO

Chegando ao projeto em um país da África ou das Américas, pronto para assumir os desafios no projeto, trazendo planos e materiais trazidos dos períodos anteriores.
2. Conhecer as pessoas no projeto, a visão e a idéia do projeto e as muitas tarefas concretas a serem realizadas.
3. Trabalhar ombro a ombro com os pobres: Construção e organização de pré-escolas, começando agricultura em jardins, fazendo campanhas de alfabetização, a erradicação da malária, ensinando sobre as grandes questões do nosso tempo, enquanto trabalha  em grupo no DNS, o ensino de Inglês no OWU, iniciando atividades geradoras de renda, trabalhando como uma Força Especial TCE na luta contra o HIV / AIDS - como alguns exemplos.
4. Atravessar os obstáculos para mover as coisas, unir forças para obter resultados, mesmo quando eles não vêm fácil, inventando soluções  ou se apoderar dos meios necessários.
5. Planejamento e indo para a investigação na área, ouvindo histórias de pessoas de todas as esferas da vida, fazendo perguntas e obtendo respostas sábias sobre o país que se encontra e conectá-lo ao que você aprendeu nos dois primeiros períodos.
6. Desenvolvendo o projeto com suas produções, suas rotinas, mais membros, melhor aplicação e maior alcance.
7. Aquisição de competências no trabalho de informação; fazendo entrevistas, tomando notas e imagens, escrevendo resumos e relatórios, trabalhando com produção de vídeo.
8. Convivência com as pessoas no projeto, sendo um bom exemplo de uma vida humilde ao fazer melhorias com poucos recursos para a melhoria da vida diária.

Mobilização das pessoas para ações comunitárias.
10. Trabalhar no TRIO para fazer todos as possíveis melhorias no projeto,  cooperando e aderindo junto com a liderança do projeto por toda parte.
11. Segurando um domingo a cada mês, preparando os temas, o entretenimento, a organização e mobilização do povo.
12. Fazer muitos novos amigos entre as pessoas que você conhecer e trabalhar , percebendo o que significa para eles que você está lá, e o que eles ganham com isso, também em um prazo mais longo.
13. Considerando o pouco que é preciso para mudar e melhorar a vida dos pobres, e porque é que metade da população mundial continua a pertencer aos pobres.

O Jornal

O período está organizado em cinco partes:
• 1 mês: Relatório
• 1 mês: Edição
• 2 meses: Jornal
• 1 mês: Conclusão Comum
• 1 mês: preparação comum para o futuro individual ou comum


1. Reportagem: Voltando para a escola com a cabeça e as mãos cheias de novos conhecimentos e energia para trazer ao público.
2. Reunião com a equipe, mostrando e falando, trocando experiências e conhecimentos, e tornando-o um conhecimento comum.

Chegar a uma decisão com a equipe sobre o que o jornal será composto de: uma revista , jornal ou transmissões de rádio ou programas de televisão - ou uma produção multimídia, teatro, ou livro - a fim de levar ao conhecimento do público e experiência adquirida nos primeiros 12 meses do programa.
4. Definição do conteúdo dos produtos: as questões a tratar, as mensagens para levar para as pessoas, as questões para debate, os exemplos para mostrar e as histórias para contar.
5. Recolher e finalizar o que já foi produzido, escrevendo novos artigos, ensaios, discursos e palestras, encontrar mais documentação, estudando todos os tipos de fontes para se aprofundar em assuntos e colocando novas conclusões para obter uma compreensão mais abrangente e precisa, de forma para comunicar com veracidade e clareza
e passar a mensagem.
6. Edição: Definindo um elevado nível comum e passando por todos os produtos, melhorando, corrigindo, desenvolvimento de conteúdo e linguagem, adição e exclusão, finalizando os produtos e sua apresentação.
7. Relatórios das infirmações do documentação em um novo nível.
8. O Jornal: Dois meses de trazê-lo ao público - entrar em contato com todos os tipos de pessoas, de todas as idades e estilos de vida, e divulgação de notícias e conhecimento sobre o presente, o futuro e lutar com os pobres, levando a debate e uma compreensão mais clara entre as pessoas que a ouvem, e inspirador para ações comunitárias e outras expressões práticas e ações.
9. Conclusão comum: Conclusão sobre as questões importantes e questões relativas ao presente, o futuro, lutando com os pobres, e o Jornal, deliberar e calcular os resultados que têm alcançado, o impacto que você fez, e como você tem mudado com tudo .
10. Preparação comum para o futuro individual ou comum: Preparar um plano comum destinado a qualificar e esclarecer a decisão de cada pessoa sobre seu futuro.
11. Compreender e tomar uma posição para o conceito de futuro aberto.
12. Organizar um grande Aberto de domingo,  uma evento interativo ou outro acontecimento  com mais de 500 convidados.
13. Preparando-se para deixar a escola para trabalhos extraordinariamente úteis.

Want to know more?

Fill out the application form to speak with one of our recruiters.

News From IICD
Our volunteers made this blogs while they worked in Mozambique and Zambia, Africa. An honest and authentic point of view of their project.
"As we stand on the edge of a new millennium, we dream of a tomorrow without hunger… Worrying about starving future generations won't feed them. Food biotechnology will."
It’s like this proverb from Sobonfu Some: “In the tribal life, one is forced to slow down, to experience the now and commune with the earth and nature. Patience is a must; no one seems to understand the meaning of “hurry up”.”
TO CAST OFF ONE'S CHAINS BUT TO LIVE IN A WAY THAT RESPECTS AND ENHANCES THE FREEDOM OF OTHERS" NELSON MANDELA
that the earth is NOT coming to an end on December 21st 2012 as predicted by some of our forefarthers
Aurora, Feoli and Takashi share their experiences in Brazil.
Friends Forever is arranging sales exhibitions "Master Sculptors of Zimbabwe and their Works" worldwide. Read more on http://www.friendsforeverzimbabwe.com
then the villagers could be free from the grasp of the loan sharks. That is what I did. I never imagined that this would become my calling in life.
that my six months in Lamego, Sofala state in Mozambique, would be such a great time in my life before getting there
but at the end you will get a bigger reward that only this experience can give you……. in my case it was…… humility.
Site By BerkSites - Berkshire Website Design
Website design, hosting and maintenance by BerkSites - Berkshire Website Design
loading...