O Diário

 

Elaborar um diário, usando todas as experiências adquiridas durante sua formação, usar muitos modos de trazer isso a publico, concluir com a sua equipe seu trabalho e resultados, preparação para o futuro juntos, e passar nos exames.

 

O período é organizado em 5 partes

• Mês 1: Relatório

• Mês 2: Edição

• 3 ª e 4 Meses: A banca de Noticias

• Mês 5: Conclusão Geral

• Mês 6: Preparação Geral para o Futuro individual ou em comum

 

O objetivo deste período de 6 meses é para a equipe para produzir o Diário, uma revista ou jornal, livro, transmissão de rádio, um programa de televisão, uma produção multimídia, ou outros produtos, a fim de trazer ao público o conhecimento e compreensão derivados dos primeiros 12 meses do programa. Este período irá desafiar os alunos e professores a serem claros em suas conclusões e declarações, cavar extra fundo pela verdade ao lidar com as grandes questões do nosso tempo, e do futuro. Você vai decidir o que é realmente importante para passar para outras pessoas, e em que forma e formato, de modo a criar um impacto, e ao mesmo tempo atuar como a voz dos pobres. Cada equipe decide que tipo de revista o seu 'O Diário' será. Vai apresentar suas descobertas para o público, por escrito, ou como transmissões de rádio e televisão, ou de outras maneiras? Como você vai ter acesso através dos meios de comunicação? Você pode trabalhar com a mídia local, ou você vai estabelecer suas próprias formas de mídia para espalhar a notícia e a verdade, por exemplo, através de sua própria estação de rádio, por entrega em mãos, por via oral, sob a forma de discursos, ou através da Internet? A Reunião Geral será o fórum de decisão. Durante todo o período, a equipe também incorpora ações de captação de recursos, utilizando as ações como parte e meio de trazer o Diário para o público, ao mesmo tempo, conseguindo os fundos e atingindo as metas.

 

Reportando

Iniciando o período,  você se reencontra com a equipe depois de seis meses de serviço no Terceiro Mundo. Talvez sua equipe tenha lutado com os pobres no mesmo país, talvez até mesmo na mesma região, ou Trios diferentes podem ter trabalhado em diferentes países, espalhados por todo o mundo, realizando esforços produtivos bastante diferentes. Em qualquer caso, a equipe tem muito o que falar e mostrar, e as primeiras semanas são usadas para a troca de experiências e conhecimentos, e ao mesmo tempo para decidir e planejar o período e O Diário começa a tomar forma.

 

Na agenda estão exemplos e resultados de Combatendo com os Pobres, histórias com um profundo entendimento de "Les Conditions Humaines" em países do Terceiro Mundo, e exemplos de amizades, companheirismo, e as diferenças culturais através das fronteiras. Apresentações de investigação são feitas, e os resultados da investigação sobre as condições sociais, econômicas e políticas nos países e regiões onde você trabalhou estão incluídos. Discussões e novas compreensões sobre as grandes questões do nosso tempo, e do futuro, tomam curso como uma corrente através de tudo isso, trazendo aspectos gerais para o fronte, e exemplos na forma de experiências no contexto geral, agregando qualidade e perspectiva para as conclusões comunitárias.

 

A riqueza do que você já sabe e entende é ressaltado por fotografias, filmes, relatos pessoais, ensaios e esboços e desenhos, entrevistas, poemas e canções, gravações de áudio e artefatos trazidos de volta para a escola como documentação, todos em exposição para que todos aprendam. Quando todo o conhecimento novo e experiências forem trocados e destilados, e são de conhecimento comum para a sua equipe, a produção do diário é planejada em detalhes.

 

Relatar não significa apenas recolher e finalizar o que já foi produzido, isso também significa escrever novos artigos e discursos, fazer uma peça de teatro ou uma exposição, ou se espera de documentação adicional, como estatísticas ou resultados de pesquisa, estudando todos os tipos de fontes para se aprofundar em assuntos e questões para uma compreensão mais abrangente e precisa, de modo a ser capaz de informar com rigor e clareza.

 

Editando

Durante o segundo mês, a equipe passa checa todos os produtos e edita-os, o que, neste contexto, significa medir cada pedaço de informação com uma “régua” de qualidade comum a todos. Isso é correto? Representa a verdade? É um exemplo válido desse ou daquele problema? A questão ficou clara? É corretamente compreendida? A argumentação tem corpo? É este uma representação muito negativa ou desproporcional? Muito positivo, ou até mesmo romântico? Será que esses pedaços de relatórios abrangem o tema de forma abrangente ou existe algo importante faltando? As pessoas podem entender e seguir a lógica, ou é muito abstrato? É muito simplista, inferiorizando as pessoas? O que nós realmente queremos dizer aqui?

 

Em outras palavras, a equipe pega e escolhe, definindo um alto padrão comum a todos, e corrige e desenvolve o conteúdo e a linguagem para finalizar as partes planejadas do relatório.

 

A Banca de Noticias

Estes são os dois meses em que vocês trazem O Diário para o público. Pense em uma emissora de TV nacional, CNN, CBS, ou BBC. A Banca de Notícias é o lugar de onde a notícia e informação é apresentada ao público. Em nosso contexto, a Banca de Notícias significa levar para a arena pública, entrando em contato com todos os tipos de pessoas de todas as idades e de todas as esferas da vida, divulgar notícias e conhecimento sobre o presente, o futuro, e sobre a luta com os pobres.

Você pode fazê-lo por escrito, por exemplo, publicando uma revista semanal que você mesmo espalha por toda a cidade ou em uma região inteira, entregando em escolas e instituições de ensino superior, locais de trabalho, instituições públicas, escritórios, ou pontos de encontro populares. Talvez vendê-lo nas ruas ou indo de porta em porta. Você convida os interessados para debates e encontros de noite, ou simplesmente sair e discutir as questões com as pessoas que se encontram.

Você também pode decidir por transmitir um canal de rádio, talvez em cooperação com as estações locais, com três horas de emissões diárias, todos cheios de seu relatório importante e com convites para que os ouvintes liguem e comentem ou debatam a transmissão ao vivo, e você também pode anunciar que sediará palestras e debates nas escolas, nos locais de trabalho, nas congregações e outros lugares.

Talvez você possa organizar com a estação de televisão local para conseguir um show de uma hora diária com notícias globais e informações, tudo feito por você. Além disso, você pode levar as questões da TV para escolas, clubes e outros locais e iniciar as discussões sobre o conteúdo e sobre como usar a TV para o benefício das pessoas em geral.

 

Apresentando O Diário dessas formas permite informar e inspirar os outros com o que você aprendeu e realizou, então o seu público aprende e tem a chance de se tornar mais fluente e sério sobre o mundo, seu povo, seu estado de coisas, seus problemas, e a grande tarefa de trabalhar por soluções. Você vai aprender mais, e num novo nível, ensinando seus conhecimentos e experiências a outros, ouvindo seu ponto de vista, e discutindo com eles como você e eles podem atuar na luta por um futuro melhor para a humanidade e o mundo.

 

 Conclusão comunitária

Chegou a hora, no penúltimo mês do programa, para concluir tudo. Depois de todos os seus estudos, investigações, viagens e trabalhos, depois de trazer O Diário para o público e ter conversado com milhares de pessoas sobre a luta com os pobres, discutido com e ouvido as suas opiniões, agora é hora de formular suas conclusões a partir de todas as coisas que você aprendeu, e fez, e passou. Durante este mês você trabalha em equipe, em grupos menores, nos Trios, e individualmente, cavando profunda e amplamente, tirando o máximo proveito do tempo disponível e suas capacidades intelectuais em comum.

 

Assim, conclui-se sobre as coisas importantes e questões relativas ao Presente, ao Futuro, Combatendo com os Pobres, e O Diário; no conhecimento e na experiência, em seu próprio entendimento e seu posicionamento para as grandes questões do nosso tempo; no seu desenvolvimento pessoal e onde você está agora, em sua capacidade de instruir para o desenvolvimento, de agir e de fazer as coisas. Você pode acessar as habilidades que você aprendeu em todos os aspectos, tanto teóricos quanto práticos, e sua perspectiva e atitude para o futuro da humanidade e as grandes questões que ela está enfrentando.

 

Finalmente você conclui como foi ter vivido e trabalhado como um coletivo por 18 meses; como você administrou a escola, e como vocês realizaram o programa juntos.

 

Preparação comunitária para o futuro individual ou em comum.

 

Preparativos para o futuro são organizados em comum. Um programa é decidido numa Reunião Comunitária com o objetivo de ajudar a qualificar e esclarecer a decisão de cada pessoa sobre o seu futuro.

 

Solidamente fundamentada nos últimos 18 meses, e depois de mais estudos e deliberações sobre o conceito de futuro aberto, algumas das grandes questões são: Qual a direção que você quer tomar na sua vida? Como você vai usar suas forças e habilidades? O que você quer alcançar? Que pegadas que você quer fazer? Você quer buscar um futuro individual, ou um futuro compartilhado com os outros em comunidade? Você pensa e discute, aprecia e decide, um a um e em grupos menores ou maiores. Preparativos concretos também se iniciam, no trabalho, alojamento, economia, etc. Você termina, qualquer que seja a sua decisão, bem preparado para o futuro

Want to know more?

Fill out the application form to speak with one of our recruiters.

News From IICD
Our volunteers made this blogs while they worked in Mozambique and Zambia, Africa. An honest and authentic point of view of their project.
"As we stand on the edge of a new millennium, we dream of a tomorrow without hunger… Worrying about starving future generations won't feed them. Food biotechnology will."
It’s like this proverb from Sobonfu Some: “In the tribal life, one is forced to slow down, to experience the now and commune with the earth and nature. Patience is a must; no one seems to understand the meaning of “hurry up”.”
TO CAST OFF ONE'S CHAINS BUT TO LIVE IN A WAY THAT RESPECTS AND ENHANCES THE FREEDOM OF OTHERS" NELSON MANDELA
that the earth is NOT coming to an end on December 21st 2012 as predicted by some of our forefarthers
Aurora, Feoli and Takashi share their experiences in Brazil.
Friends Forever is arranging sales exhibitions "Master Sculptors of Zimbabwe and their Works" worldwide. Read more on http://www.friendsforeverzimbabwe.com
then the villagers could be free from the grasp of the loan sharks. That is what I did. I never imagined that this would become my calling in life.
that my six months in Lamego, Sofala state in Mozambique, would be such a great time in my life before getting there
but at the end you will get a bigger reward that only this experience can give you……. in my case it was…… humility.
Site By BerkSites - Berkshire Website Design
Website design, hosting and maintenance by BerkSites - Berkshire Website Design
loading...